Fernanda Bonfante apresenta números da saúde

Receitas ficaram além do estimado no ano

A Câmara de Vereadores recebeu audiências públicas da prefeitura para verificação do cumprimento das metas fiscais e ações realizadas na saúde. Parte dos números apresentados na manhã de quarta-feira (30) refere-se ao período de setembro a dezembro de 2018 e parte ao ano todo.

Metas fiscais

Adroaldo Curioni apresentou os números da secretaria de Finanças e revelou superávit de R$ 6,8 milhões em 2018. As receitas fiscais foram superiores a R$ 122 milhões.

O número mais animador foi o das receitas gerais, que ficaram em mais de R$ 131 milhões.  As receitas gerais incluem todos os valores, inclusive as receitas financeiras obtidas com rendimentos de aplicações.

A previsão de 2018 foi de pouco mais de R$ 111 milhões.

Os gastos com folha de pagamento chegaram a 44,26% no Poder Executivo. No ensino, foram aplicados 27,67% da receita, acima dos 25% obrigatórios.  

→Veja os dados apresentados sobre as metas fiscais

→Veja os dados apresentados sobre a saúde

Saúde

Fernanda Bonfante, titular da pasta, apresentou os números da saúde. 28,21% da receita foram gastos no setor. O mínimo é de 15%.

Mais de 11.700 pessoas, entre pacientes e acompanhantes, foram transportados para cidades da região, no período de setembro a dezembro.

218 cirurgias eletivas foram realizadas na Santa Casa.

A audiência da Saúde mostrou também o cumprimento das emendas impositivas dos vereadores no Orçamento de 2018. Os destaques foram os exames de alta e média complexidades.

→Assista às audiências 

Jornalismo – Câmara Municipal