Câmara recebeu audiência da PM

Números foram divulgados em audiência pública na Câmara Municipal

A Polícia Militar mais uma vez expôs os números do crime e das ações de prevenção e repressão. A exposição e debate dos dados do segundo semestre de 2018 se deram em audiência pública na Câmara Municipal, na manhã de quinta-feira (18/4).

O comparativo das práticas criminosas do 2º semestre de 2017 com o 2º semestre de 2018 foi o item que mais chamou atenção na audiência. As principais ocorrências tiveram um decréscimo substancial.

Os furtos em residências caíram de 44 para 12. Trajetória semelhante ocorreu com os furtos de veículos, que caíram de 13 para 07 nas segundas partes dos dois anos. Outros tipos de roubos caíram de 15 para 09 ocorrências.

Trajetória oposta foi verificada apenas nos casos de homicídios dolosos, que subiram de 01 para 02, e para as ações repressivas do tráfico de drogas, que aumentaram de 23 para 28. O último dado é, porém, considerado positivo pelo 1º Tenente Sílvio Dias, que comanda o Pelotão local e foi responsável pela audiência. “Esse número mostra que a Polícia foi mais rígida no controle do tráfico de drogas”, explicou.

Veja os dados completos apresentados na audiência

No quesito apreensão de drogas, mais de três quilos de maconha, mais de um quilo de cocaína e mais de 300 gramas de crack foram recolhidos pela PM.

O 1º Tenente Sílvio apresentou também mecanismos de prevenção ao crime e preconizou ações coletivas, como o programa Vizinhança Solidária nos bairros e o Proerd nas escolas.

→Assista à Audiência Pública de 18/4

 

Jornalismo - Câmara Municipal