Empresário Pedro Mantovani discursa aos vereadores

Munícipe Pedro Mantovani explica posicionamento da família em relação aos aparelhos de hemodiálise

Com muitos debates e discussões intensas, a Câmara de Vereadores se reuniu em sessão ordinária na noite de quarta-feira (08).

Não houve matérias na Ordem do Dia e a ausência das matérias foi o pivô das discussões. Quatro projetos aguardam pareceres das comissões permanentes. Sem os pareceres, não podem ser votados.

Com a impossibilidade de votação de projetos de lei, o presidente Alex Avansi (DEM) resolveu retirar as outras matérias legislativas, como requerimentos e moções, do processo de votação. O presidente alegou que essas matérias, sobretudo as moções, são menos importantes, devendo a Câmara priorizar os projetos de lei.  

Os vereadores Ricardo Negrão (PTB), Miriana Amatto (PR), Professor Antonio (MDB) e o presidente Alex protagonizaram as discussões mais intensas, cobrando posicionamento em relação às matérias no momento da apreciação nas comissões.

Hemodiálise

A doação post mortem do senhor Nelson Mantovani de aparelhos de hemodiálise para a Santa Casa também foi tratada na sessão de 08 de agosto.

O empresário Pedro Mantovani, sobrinho de Nelson, foi convidado a apresentar o ponto de vista da família sobre o imbróglio.

Na Tribuna, Mantonvani lembrou que na última semana houve declarações de que a Santa Casa não teria condições de oferecer o serviço de hemodiálise para os pacientes de Itápolis. “Se a Santa Casa não tem condições de colocar [os aparelhos de hemodiálise], que renuncie [ao testamento]”, preconizou.

Próxima sessão de Câmara

 Em face do feriado de 15 de agosto, dia do Padroeiro do Município, a próxima sessão ordinária de Câmara ficou agendada para quinta-feira, dia 16 de agosto, às 18 horas.

Assista à sessão de 08 de agosto

Jornalismo - Câmara Municipal