Plenário na sessão de 25/10

R$ 7 milhões foram autorizados em 2017

A Câmara de Vereadores se reuniu em sessão ordinária na noite de quarta-feira (25).

O destaque da pauta foi o projeto do Executivo que repassa R$ 500 mil em subvenções sociais para a Santa Casa. O recurso contempla o Plano de Trabalho do mês de outubro.

Na terça-feira (24), os vereadores se reuniram com Paulo Sene, interventor da Santa Casa, com a gestora de finanças, Ana Carolina Passos, e com a secretária de Saúde, Fernanda Bonfante, para trocar informações sobre a entidade. Em 2017, a Santa Casa ampliou a quantidade de serviços prestados ao SUS, com mais leitos de internação e leitos de UTI.

A estimativa é de que a entidade precise de mais R$ 3 milhões para fechar o ano. R$ 500 mil são provenientes do repasse da prefeitura e o restante deve ser emprestado por agência bancária em programa de crédito específico para as Santas Casas.

O orçamento de 2017 do município previa repasse de R$ 6,5 milhões em recursos da prefeitura para a Santa Casa. Decreto do prefeito ampliou o valor para R$ 7 milhões. O governo federal repassa R$ 3,9 milhões no ano pelo SUS.

Veja todas as matérias da sessão

Protesto

Sem unanimidade, foi aprovado projeto do Executivo que altera a lei de parcelamento dos débitos em atraso com a prefeitura, de forma que o contribuinte alvo de protesto em cartório deixe de ter o direito ao parcelamento.

Com discursos na Tribuna, o único voto contrário foi de Ricardo Negrão (PTB).

Título de Cidadão Itapolitano

A sessão de 25 de outubro teve também aprovação de projeto de Decreto Legislativo que concede Título de Cidadão Itapolitano ao Sargento da reserva e ex-comandante do Tiro de Guerra de Itápolis, José dos Santos. O autor da proposta é o vereador Tonicão D’Agostino (PSDB). 

Além dos projetos, a sessão teve requerimentos, moções e indicações dos vereadores.

A próxima sessão ordinária será no dia 1º de novembro.

Jornalismo – Câmara Municipal