Ricardo Negrão mostra atestado de óbito de gêmeos

Ordem do Dia teve aprovação de fundo do Patrimônio Histórico e Cultural

A Câmara de Vereadores se reuniu em sessão na quarta-feira (20), ao meio-dia. Quatro temas dominaram os debates da reunião ordinária: poços do Serviço de Água, obras paralisadas no município, trevo em desnível nas entradas da SP-333 e atendimento na emergência da Santa Casa.

Poços perfurados pelo SAAEI

Requerimento de autoria de Ricardo Negrão (PTB) solicitando ao Serviço de Água e Esgoto documentos e informações sobre os poços do Jardim Campestre, Jardim Paineiras e Distrito Industrial levaram o autor e o vereador Rodrigo Novelli à Tribuna. As palavras foram de defesa do pedido e necessidade de apuração das responsabilidades pelo insucesso dos poços na captação de água.  

Trevos na SP-333

Moção de Apelo de Professor Antonio (PMDB), que pede à concessionária AB Triângulo do Sol a construção trevos em desnível nas entradas da SP-333 para os distritos de Tapinas e Nova América e Bairro São João, foi a inspiração para debates em torno da necessidade de segurança nos cruzamentos da Rodovia. O autor sugeriu reunião com a concessionária e os vereadores Ricardo Negrão e Tonicão D’Agostino (PSDB) elogiaram a proposição.

Obras paralisadas

Professor Antonio, Rodrigo Novelli e o autor Ricardo Negrão debateram requerimento que pede explicações ao prefeito sobre interrupção da obra de construção da escola do Jardim Dona Bella. Os debates se ampliaram para o problema das muitas obras paralisadas no município.

Pronto Atendimento

A unidade de urgência e emergência da Santa Casa foi tema das discussões mais longas e envolventes. O mote foi o discurso de Ricardo Negrão, narrando as agruras de uma mãe que perdeu os filhos gêmeos, nascidos prematuros, com morte duas horas após o nascimento. De acordo com o vereador, não houve atendimento adequado nas várias ocasiões em que a mãe procurou o Pronto Atendimento.

Indignados, os vereadores Professor Antonio, Edmércia Micheletti (PSB), Miriana Amatto (PR), Rafael Canova (PSDB), Tonicão D’Agostino e o presidente Alex Avansi (DEM) cobraram humanismo e presteza no atendimento.  

Projetos

Além dos requerimentos e moção, os vereadores aprovaram projeto que cria o Fundo do Patrimônio Histórico e Cultural do município. Em turno final, foi aprovada Resolução que torna preferencial a distribuição de matérias aos vereadores por meio eletrônico.  

A próxima sessão ordinária será na quarta-feira, dia 27 de setembro.

Assista à sessão de 20 de setembro

 

Jornalismo – Câmara Municipal