Próxima ordinária será em 02ago

Segundo semestre terá também extinção da Fundação Jacintho Mazzo e Estatuto da Guarda Municipal

Projetos de grande envergadura devem entrar na pauta das sessões de Câmara do mês de agosto.

Apesar do recesso de julho, Comissões Permanentes e órgãos técnicos da Câmara estudam ao menos três projetos de autoria do Executivo: a concessão do transporte coletivo urbano, extinção da Fundação Jacintho Mazzo e o novo Estatuto dos guardas municipais.

O mais premente é a concessão do transporte. O assunto rendeu uma reunião entre os membros da Comissão de Justiça e Redação (Miriana Amatto e Professor Antonio), o presidente Alex Avansi (DEM), o prefeito Edmir Gonçalves (PTC) e técnicos da prefeitura. O encontro aconteceu no final da tarde de terça-feira (18), com a definição de que a matéria deve estar conclusa para votação na sessão de 09 de agosto.

O prazo de concessão é de dez anos, prorrogável por mais cinco. A empresa vencedora será aquela que apresentar o menor custo total para execução do transporte, o que é chamado de tarifa de remuneração. 85% desse custo será subsidiado pela prefeitura.

De acordo com estudos elaborados pelo setor de Compras, estima-se que subsídio deve gerar uma tarifa de, aproximadamente, R$ 3,00 ao usuário.

Idosos e deficientes físicos serão transportados gratuitamente. Estudantes terão 50% de desconto em até 50 passagens mensais no período letivo.

Números da prefeitura mostram que, em média, 3818 passageiros se utilizam do transporte coletivo todo mês.

A primeira sessão ordinária de Câmara do segundo semestre será no dia 02 de agosto.

Jornalismo – Câmara Municipal